Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Filosofia ponderiana? Isso existe?

Circula na internet esta frase atribuída ao filósofo tupiniquim Luiz Filipe Pondé. Caso seja comprovada sua origem nós atribuímos um ícone ao próprio e aos que concordam com suas asneiras.

Temos a considerar:

Esse é o grande nome da filosofia do Brasil: "Pondé" e suas sentenças que parecem obviedades!? Mas esta não é uma obviedade comum, esta passa por um misto de adoração e alienação histórica que joga para de baixo do tapete todo sangue que derramou aquela nação para construir seu império. Seja em guerras por territórios, seja em guerras por commodities, seja semeando o terror e a intriga na AL (ditaduras).
Atras das cortinas do sucesso americano existe o livro documento chamado "As veias abertas da América Latina". Quem o lê entenderá como, onde e porque estão "bem"; existe também seus embaixadores... 
Um homem simples falar ou pensar o que se atribuí a Pondé seria aceitável, pois não tem a largura de um "filósofo". Ou que se espera ter um filó…

Zeus me dê fígado!

Que há falta racionalidade à maioria dos humanos não nos restam dúvidas: guerras, escaramuças, intempestividade, fanatismo, proselitismo, usura e outros "ismos" dão o tom das sociedades de antes e de hoje.

Noutras esferas espanta observar a proliferação da burrice, antes restrita a TV e aos palacetes, agora fazendo parte do universo político (antes hermético - sempre corrupto - hoje sorridente), mantendo-se firme no meio artístico (televisivo)  e para nossa surpresa também entre "homens de negócios" veja:
Candidato a senador (precisa aparecer a qualquer custo), imagina-se;
Ridículo!
Apresentadora de TV (não precisa de exposição, mas quer fazer-se parte);
 Patético!
Parece ser um boçal diferenciado: usa uma gambiarra, talvez, inventada por Leonado da Vinci - rsrs;  Boçal com estilo!
Anônima que fotografou-se frente ao caixão de Eduardo Campos (viajou no tempo em memes); No sense!
Mark Zuckerberg: não satisfeito em criar o facebook criou também o "banho gelado a…

Essa é para hoje!

Após CalipsoCamisa de Vênus "Essa é pra quando os porcos se afogarem na lama Essa é pra quando acabarem os fins de semana
Essa é pra quando as entranhas estiverem sendo expostas
Essa é pra quando as perguntas já tiverem respostas Essa é pra quando iluminarem o lado escuro da lua
Essa é pra quando calarem as ambulâncias na rua
Essa é pra quando o cobertor não evitar o frio
Essa é pra quando os magazines estiverem vazios Essa é pra quando a platéia não poder aplaudir
Essa é pra quando quem entrar não conseguir mais sair
Essa é pra quando as leis não puderem dar jeito
Essa é pra quando a cicuta não fizer mais efeito Essa é pra quando a verdade despencar da janela
Essa é pra quando o cadeado não trancar mais a cela
Essa é pra quando as estradas estiverem interditadas
Essa é pra quando os contra cheques não servirem pra nada Essa é pra quando acabar todo o combustível
Essa é pra quando respirar já não for mais possível
Essa é pra quando as máscaras caírem dos rostos
Essa é pra quando …

Projeto de desgoverno

É extremante difícil a um cidadão conceber tanta ingerência como vemos no Brasil desde sempre.

Depois de o PSDB privatizar as empresas mais lucrativas (e outras não tanto lucrativas, mas por má administração) exceto a Petrobras - eis que surge, da incompetência do PSDB, o PT que se propõe a transformar o Brasil numa "Venezuela completa" em 8 anos. É sua pretensão governar este pobre (analfabeto) povo...

A Petrobras não escapou da sanha corruptiva que embevece os políticos brasileiros e seus comparsas a que são dados os cargos - resultado: já está em frangalhos saqueada pelos partidários petistas que ocupam o lugar dos técnicos ou dos administradores devidamente graduados; a economia, como um todo, da sinais da era Collor (inflação + estagflação + caos + PIB sem expressão) tudo maquiado em discursos deslavados...

Ou seja, o PT (partido dos trabalhadores), que até no nome é uma farsa, afundará o Brasil em breve, assim como fizeram todos os governos populistas (Hitler, Mussoli…

Cabelo ao vento

Que passas... (?)
                    Ao luar;
Quais sinas... (?)
                    Hão aquietar;
Que mares... (?)
                   Há de singrar;
Dos amores!
                   Feliz, amainar;
Da sagacidade...
                   Intuspecta cor – relumar;
Do cabelo a brisa...
                   Sibilista olhar;
Por Febe semp’ terna
                   Há d' estar.


Retrato 3/4

É possível que poucos saibam precisar a origem do retrato 3/4, para atender a quem ou a "que" tenha sido sugerido. Como sou da parte dos muitos que nada sabem sobre sua história sinto a necessidade de falar pela boca de outem:
"El retrato fotográfico es un género donde se reúnen toda una serie de iniciativas artísticas que giran en torno a la idea de mostrar las cualidades físicas o morales de las personas que aparecen en las imágenes fotográficas. Su práctica se encuentra ya en los inicios de la fotografía donde destaca la labor realizada por los fotógrafos ambulantes, los fotógrafos comerciales de los estudios parisinos, los primeros retratos psicológicos, el retrato popular presentado por la fotografía academicista, así como la obra documental de David Octavius Hill.
El retrato coloreado tuvo mucha difusión a principio del siglo XX. Los representantes principales del retrato fotográfico en sus inicios son NadarDisdériJulia Margaret CameronLewis CarrollGustave Le…

Brasil em 1 min. 25 s.

O Brasil bem definido em 1 min. 25 s. por Mario Sérgio Coretela.


15 anos depois impressiona a atualidade de sua sentença!
De nossa parte registramos que:
Educação é levada como um jogo de faz de conta: Finge-se que ensina, finge-se que aprende. O Banco Mundial ajuda a pagar conta, o Estado propala que todos estão "indo muito bem" em seu fingimento pela educação - obrigado! A classe média enjaulada em sua vontade de ficar rica, os ricos felizes com seus títeres triviais e o pobre acreditando em dia melhores (a partir do cume de sua ignorância): amparando-se numa divindade ou num falastrão populista fabricado por oligopólios (qual as classes dos ricos e daqueles que querem ficar mais ricos ajustam) como novo nume para a eleição! 

E assim sucessivamente... por séculos e séculos amém!

Guerra Santa, amém!

               Fizeram:
Das necessidades biológicas (do casamento): 
meio de fortalecer a comunidade;
Da religião: política;
Da politicagem: terror;
Da vida: um desprazer ou prazer em negar a vida;
Do lógico (vida em sociedade): horror.
                                   Puseram na cabeça:
Das crianças: o ódio;
Das mulheres: a resignação;
Dos homens: a noção (fútil) de superioridade;
Dos jovens: a sede de sangue;
De todos: uma utopia.
                    Passaram:
Pela vida: entre rifles e mentiras;
Por montanhas: enganando a si e aos seus;
Em Estados: servindo aos pelegos;
Pela morte do irmão: com desdém;
Para uma realidade: anacrônica.
                       Morreram:
Insones,
Famintos,
Débeis,
Sem razão de ser;
Sem Alá, sem Cristo, Jeová, nem Natan.
Nenhum nume os salvou, nenhum nume os salvará...
Não há numes!
Farão; porão, passarão; morrerão...

Guerra Santa, amém!

               Fizeram:
Das necessidades biológicas (do casamento): 
meio de fortalecer a comunidade;
Da religião: política;
Da politicagem: terror;
Da vida: um desprazer ou prazer em negar a vida;
Do lógico (vida em sociedade): horror.
                                   Puseram na cabeça:
Das crianças: o ódio;
Das mulheres: a resignação;
Dos homens: a noção (fútil) de superioridade;
Dos jovens: a sede de sangue;
De todos: uma utopia.
                    Passaram:
Pela vida: entre rifles e mentiras;
Por montanhas: enganando a si e aos seus;
Em Estados: servindo aos pelegos;
Pela morte do irmão: com desdém;
Para uma realidade: anacrônica.
                       Morreram:
Insones,
Famintos,
Débeis,
Sem razão de ser;
Sem Alá, sem Cristo, Jeová, nem Natan.
Nenhum nume os salvou, nenhum nume os salvará...
Não há numes!
Farão; porão, passarão; morrerão...

facebook ou face "burro"

Que as redes sociais são capazes de realizações incríveis: ouvimos todos os dias de especialistas, não especialistas e metidos a especialistas no assunto, mas onde estão e o que são estas realizações? Matéria difícil!
O indivíduo vai à sua imaginação, tira uma foto e posta que está muito feliz, vai a um restaurante ou bar (beber muito) e posta um selfie  (a nova onda não só de jovens - o que seria compreensível). Numa análise não muito profunda (nem é necessário) é possível perceber que as pessoas em suas páginas (não só facebook) conversa-se com, no máximo, cinco a seis amigos quais já faziam parte de sua roda - postula (implicitamente) às demais atividades "um like" para preenchimento e realização de seu ego. Fato real é que os posts são do alter-ego, ou seja, posta-se para chamar a atenção e curte-se para agradar ou para mostrar que está ligado a isso - vaidade... Resumo: é uma falsidade sem tamanho, mas isso não vem ao caso.   Redes sociais sempre existiram (rodas de co…