Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Você sabe com quem está falando?

Há uma semana permeava na mente a ideia de fazer uma crítica aos moldes da prepotência e soberba dos sujeitos que por deterem certo grau de conhecimento ou poder (institucional), mas entendido como poderes pessoais, esnobam o povo. Escrevi: O olimpo está entre nós
Logo depois para minha surpresa me deparo com este informe que corrobora o que dizia (siga o link)



O filho do Lula igualmente bêbado e arrogante.


O filho da ignorância já está falando e usando o nome do pai... A maldição do molusco está se alastrando...

O olimpo esta entre nós...

Quem não gosta de cidades pequenas? Sempre ouvimos as pessoas dizendo gostar do clima, da calmaria, da tranquilidade impregnada em pequenas cidades. Diferente das metrópoles em tudo uma cidadezinha esconde todas as características e semelhanças das maiores.
Devemos lembrar que estes elementos não são imanências da cidade em si, mas das pessoas que cumprem um ritual sociológico. Logo se nota que o mérito aqui é tratar dos vícios humanos em relação ao poder.
O interlocutor aflito e apoplético logo dirá: - "como assim? Numa cidade pequena as pessoas são humildes, se cumprimentam, são amigáveis, sentam-se nos bancos das praças (ou da praça) para ver a tarde cair... Não entendo..."
No entanto existe a rotina sem tom de paisagem que o turista olha, mas não ver!
Estas cidadelas costumam ter "um juiz"; "um delegado"; "um médico"; alguns policiais e não muitos vereadores, mais dois advogados e lógico os filhos dos poderosos que parecem ter mais poder que o…